Reparo do Menisco

Cirurgia feita por vídeo (artroscopia do joelho), na  qual a lesão é tratada tanto pela retirada parcial do menisco (a isso chamamos de meniscectomia), quanto da sutura ou costura do menisco.

Esta última tem ser tornado cada vez mais uma alternativa, principalmente entre pacientes mais jovens.


Sinais

  • Sensação de dor que aparece durante os mais simples movimentos como o caminhar ou ao subir e descer escadas. O indivíduo percebe o incômodo principalmente na parte da frente do joelho;
  • Se a lesão for no menisco lateral, é possível que o incômodo marque maior presença também na lateral da perna;
  • Se a lesão for no medial, pode-se perceber o incômodo na parte mais interior da perna;
  • Dor também pode ser percebida quando se toca o joelho.

Cuidados Pós-Operatório

  • Ficar de repouso, evitando aplicar qualquer tipo de peso na perna por, pelo menos, 4 dias;
  • Manter a perna elevada acima do nível do coração por 2 a 3 dias, para diminuir o inchaço;
  • Aplicar uma bolsa gelada na região do joelho várias vezes ao dia, durante 3 dias para aliviar o inchaço e a dor;
  • Tomar os medicamentos receitados pelo médico no horário correto, para manter a dor bem controlada;
  • Normalmente, precisará de muletas para se locomover durante alguns dias;
  • Após, mais ou menos, uma semana, deverá iniciar sessões de fisioterapia para tratar as dores e a movimentação do joelho;
  • O retorno às caminhadas e corridas pode ser feito com cerca de 30-45 dias depois da operação. Atividades físicas e esportes que exigem mais esforço do paciente, devem aguardar um período maior antes de serem retomados.
Dúvidas Frequentes

Meniscos são estruturas fibrocartilaginosas em formato da letra C presentes no topo do osso denominado tíbia. Funcionam como anteparos para aumentar a congruência articular entre a tíbia e fêmur.

É a estrutura localizada na parte de dentro do joelho. Auxilia na estabilização de anterior para posterior do ligamento cruzado anterior. Estatisticamente, costuma ser mais lesionado que o menisco lateral.

Estrutura localizada na parte externa do joelho. Como é mais inervada que o menisco medial, costuma doer mais quando lesionado. Auxilia no movimento de rotação do joelho durante a flexão e extensão

Significa que a estrutura sofreu algum tipo de lesão que pode ser desde um corte (rasgo), ou a formação de um “flap” ou uma alça de balde, ou seja, um pedaço acaba se destacando e fica solto “dançando” dentro da articulação.

Os sintomas incluem dor, tanto na parte de dentro (menisco medial), quanto na parte de fora (menisco lateral) que se agrava durante a rotação do joelho, quando paciente se agacha ou estica demais o joelho.

Infelizmente, os meniscos, assim como a cartilagem, são tecidos que tem um suprimento sanguíneo muito limitado (avasculares). Uma vez lesionados sua cicatrização é pequena e geralmente acontece nas lesões localizadas mais na borda (periferia) do que na região central.

Isso ocorre porque é uma estrutura menos móvel e, portanto, com menos capacidade suportar uma rotação do joelho em um entorse associado a lesão do ligamento cruzado anterior, por exemplo.